Como adicionar o arquivo Ads.txt no Blogger

Se você divulga anúncios do Adsense em seu blog no Blogger, possivelmente, já deve ter recebido, em seu painel do Adsense, a seguinte notificação:
Ganhos em risco - você precisa corrigir alguns problemas do arquivo ads.txt para evitar um grande impacto na sua receita.
E, o Adsense oferece ajuda de como resolver o problema, que consiste em baixar o arquivo ads.txt e fazer upload na raiz de seu site. É fácil fazer isso se você usa uma hospedagem: basta fazer upload do arquivo no diretório raiz de seu site. O diretório raiz de um site é o diretório ou a pasta que segue o domínio de nível superior (example.com/ads.txt).

Para verificar se o arquivo foi publicado corretamente, confira se o conteúdo dele é exibido ao acessar o URL do ads.txt (https://exemplo.com/ads.txt) no navegador da Web. Se você conseguir vê-lo, é provável que o Google AdSense o encontre.

Se você usa o Blogger, este procedimento não vai ser possível, porque você não tem acesso ao servidor onde seu blog está hospedado, certo?

Então, veja neste tutorial, como adicionar o Ads.txt em seu site no Blogger.

Mas antes, vamos entender o que significa este arquivo ads.txt e o que faz.

O Authorized Digital Sellers, ou "ads.txt", é uma iniciativa do IAB Tech Lab que ajuda a garantir que seu inventário de anúncios - os anúncios exibidos em seu site - seja vendido apenas por redes de anúncios que você autorizar (neste caso, o Google Adsense) e evitar a perda de ganhos por exibição de um inventário de anúncios falsificados .

Ads.txt é um arquivo de texto armazenado na pasta principal de um site que contém a lista de empresas autorizadas a vender o inventário do site. O IAB Tech Lab lançou esta ferramenta em maio de 2017 com o objetivo de solucionar o problema da fraude publicitária por meio de algo capaz de “certificar” a autenticidade dos espaços publicitários. Em particular, o IAB queria encontrar uma solução para o chamado “spoofing de domínio”, que é a prática de passar fraudulentamente anúncios de baixa qualidade como premium. Esse fenômeno era de fato bastante comum: muitos compradores foram enganados para comprar espaços de anúncios que foram vendidos, por exemplo, a partir de Nytimes.com, mas seus anúncios acabaram aparecendo em outros sites, muito menos prestigiosos.

Ads.txt resolve esse problema de uma maneira muito simples: ele apenas lista todas as plataformas autorizadas a vender o inventário de um editor.  

Adicionando o arquivo ads.txt no Blogger (novo Blogger):

1. Baixe o arquivo ads.txt no seu painel do Adsense. Abra o arquivo e copie o código, que deve estar no seguinte formato:
google.com, pub-0000000000000000, DIRECT, f08c47fec0942fa0
2. Acesse o Painel do Blogger, neste endereço https://draft.blogger.com, e faça login com sua conta Google.

3. Na barra de Menus do Painel, faça clique em CONFIGURAÇÕES. Uma página única é exibida com todas as opções de configurações do Blogger, diferente do painel anterior do Blogger que exibia as configurações aninhadas por categorias.

4. Role a página até a opção MONETIZAÇÃO. Logo abaixo você encontra a opção "Ativar ads.txt personalizadado". Faça clique no botão para ativar (arrastar para direita). Feito isso, uma nova opção será exibida abaixo: "Conteúdo personalizado do ads.txt". Faça clique nesta opção e uma nova janela sobreposta será exibida.

5. Cole seu código do ads.txt e faça clique em "salvar". Pronto.

Para verificar se o arquivo foi publicado corretamente, confira se o conteúdo dele é exibido ao acessar a URL do ads.txt (https://exemplo.com/ads.txt ou https://exemplo.blogspot.com/ads.txt) no navegador. Se você conseguir ver o mesmo código do ads.txt na tela, é provável que o Google Adsense vai conseguir encontrá-lo, também, e corrigir a alerta em seu painel do Adsense.

Obs: em alguns grupos de blogueiros que trabalham com o Adsense, dizem que se mesmo depois de ter configurado o arquivo ads.txt no Blogger a alerta continuar sendo exibido, ignore-a. Apenas certifique que adicionou o código e está sendo exibido ao acessar o endereço mencionado acima, via navegador.

Se tiver alguma dúvida deixe seu comentário abaixo e vamos tentar lhe ajudar.

Com informações de Suporte Adsense e Clickio